28 de mai de 2015

Encapuzados invadem casa e matam suspeito de latrocínio em Conceição do Coité

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um ajudante de pedreiro foi morto a tiros dentro da casa onde ele morava. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (28) no bairro da Jaqueira, em Conceição do Coité, distante 35 km de Serrinha.

Geruso Oliveira de Jesus, conhecido como “Nem de Bia”, tinha 21 anos. O homicídio tem características de execução. Homens encapuzados são suspeitos do crime.

Segundo informações da Delegacia Territorial (DT), atiradores invadiram a casa da vítima e efetuaram os disparos. A polícia, porém, não soube detalhar quantos homens participaram da ação. Uma outra pessoa que estava no quarto da residência não ficou ferida.

Segundo a polícia, o crime ocorreu na Rua Antônio Neri de Jesus, por volta das 2h. Seis disparos atingiram a vítima na região da cabeça e tórax. O jovem morreu no banheiro do imóvel antes de receber socorro médico. O corpo dele foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

Os suspeitos fugiram sem roubar objetos pessoais ou algum equipamento da residência. Uma testemunha viu o momento em que eles deixaram o local, segundo a polícia.

Ainda segundo a polícia, o ajudante de pedreiro era um dos suspeitos de ter matado um casal de comerciantes em fevereiro de 2014 [relembre o caso].

Geruso e um comparsa identificado como Joadson Vieira de Oliveira, de 20 anos, o “Naná”, foram presos quatro dias depois do crime. Geruso confessou participação nos crimes, mas respondia ao processo em liberdade.

Crime - O crime que deixou o casal morto aconteceu no dia 3 de fevereiro do ano passado, na casa em que eles moravam.

Na ocasião, quatro suspeitos invadiram o imóvel e dispararam contra Raimundo Ribeiro da Silva, 45 anos, e Marizete Carneiro Lopes Silva, 49, que morreram no local. Após a ação, os criminosos fugiram a pé, levando R$ 10 mil do casal.

Geruso Oliveira de Jesus estava na casa da família quando foi alvejado por tiros
Casa da vítima, localizada no bairro da Jaqueira, foi invadida pelos suspeitos

Foto: sites Calila Noticias e Portal Cleriston Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário