27 de jul de 2013

Filho morto pelo próprio pai disse que mataria e beberia o sangue dos familiares

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Segundo depoimento prestado na delegacia de homicídios de Feira de Santana neste sábado (27), familiares de Josemir Freitas dos Santos, 26, morto a facadas pelo próprio pai, relatam que vivam com medo e sofriam frequentes ameaças de morte por parte da vítima. O autor do homicídio, José Rios dos Santos, 58, foi encontrado pela Polícia Militar em sua própria residência e se apresentou voluntariamente à unidade policial para ser interrogado.

Acompanhado de Gabriel Freitas dos Santos, 20, irmão da vítima, José Rios alegou legítima defesa e disse que o filho invadiu a residência da família ameaçando todos de morte. Segundo depoimento dos familiares, Josemir costumava chegar em casa aparentando estar drogado e agredia seus parentes. Segundo depoimento prestado à delegada Edileuza Ramos, responsável pela investigação, José Rios afirma que Josemir chegou à noite com uma faca tipo peixeira de trinta centímetros na mão, dizendo que iria matar e beber o sangue de todos.
José se apresentou voluntariamente e ficou ferido durante luta contra o filho

Segundo a família, todos conseguiram fugir da casa ilesos, com exceção do acusado, que teria apanhado uma faca para se defender e acabou matando o próprio filho. Na luta, José Rios acabou ferido no braço. Apesar do homicídio, ele passou a noite da sexta-feira (26) na casa de taipa onde mora com outras 11 pessoas de sua família, no distrito de Governador João Durval.

Por não ter sido preso em flagrante, o acusado foi ouvido, encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para realizar o exame de corpo de delito e responderá o processo em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário