27 de dez de 2012

Fábrica de cerâmica investe R$ 30 milhões em Alagoinhas

Redação Portal Clériston Silva PCS 

A Cerâmica Rocha anunciou, nesta quarta-feira (26) investimentos de R$ 30 milhões para a instalação de sua primeira fábrica fora de São Paulo, em Alagoinhas, no Nordeste baiano. De acordo com o diretor do Grupo Rochaforte, Rui Donizete da Rocha, a Bahia foi escolhida por ser o estado mais populoso do Nordeste e pelo grande avanço nas pesquisas e administração dos recursos minerais.

“A opção pelo município de Alagoinhas, por sua vez, foi consequência da farta presença de argila, matéria prima essencial para a cerâmica. Além disso, a posição geográfica do município privilegia a logística na distribuição”, disse Rocha.

O secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, comemorou mais esse investimento do setor mineral que vem para a Bahia. “Somos o quinto produtor brasileiro de bens minerais e as riquezas do nosso subsolo têm atraído cada vez mais o interesse de diversos investidores. Com a conclusão da Ferrovia Oeste-Leste e do Porto Sul, vamos viver o maior boom da mineração da Bahia”, aposta Correia.

As obras de infraestrutura da Cerâmica Rocha Nordeste estão previstas para começar no segundo semestre de 2013 e deverão ser concluídas em 18 meses. Inicialmente, serão produzidos 12 milhões de m²/ano de placas cerâmicas para pisos e revestimentos, devendo chegar a 30 milhões de m²/ano quando a fábrica atingir a sua capacidade máxima.

A expectativa da empresa é que a produção seja absorvida pela Bahia e pelos estados das regiões Norte e Nordeste, destinando apenas uma pequena parcela à exportação. Com o final das obras da unidade, deverão ser criados cerca de 1.500 postos de trabalho diretos e indiretos, incluindo as atividades de serviços e transportes.

Pisos e revestimentos - O Grupo Rochaforte, fabricante de placas cerâmicas para pisos e revestimentos, está entre os 10 maiores de São Paulo e entre os 20 do Brasil, com uma produção em torno de 30 milhões de m² anuais. A matriz produz pisos e revestimentos das marcas Triunfo, Rochaforte e Victória Gres.

As origens do grupo remontam à 1952, quando foi criada a Cerâmica São José, para a fabricação de tijolos e telhas. Posteriormente, a empresa passou a fabricar elementos vazados, tijolos laminados e blocos cerâmicos, sob a marca Triunfo. No ano de 1969, iniciou-se a produção de ladrilhos cerâmicos esmaltados. Em 1998, foi oficialmente criada a Cerâmica Rocha, utilizando o nome de fantasia Rochaforte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário