11 de dez de 2012

Drama: Vítima de acidente continua em Serrinha esperando por vaga em hospital de Salvador

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Drama e angústia. Estas são as palavras que definem a espera por uma vaga em um hospital de Salvador, que pode durar dias.

Uma família de Serrinha (BA) espera, há três dias, pela transferência de Reginaldo Ferreira dos Santos, 28 anos, vítima de um acidente na tarde de domingo (9) no cruzamento das avenidas Manoel Novais e Antônio Rodrigues Nogueira, no centro de Serrinha.

Segundo o médico Alexander Pinheiro Piérola, ele teve fratura no fêmur, fratura exposta na perna e braço direito, está com alguns dedos do pé direito necrosado e precisa ser transferido imediatamente, mas não há vagas nos hospitais da capital. Ainda segundo o médico, se não for tratada com brevidade, a necrose pode comprometer a perna inteira, chegando, inclusive, a amputação total do membro.

Além de fazer a cirurgia no fêmur, Reginaldo terá que se submeter a uma cirurgia de enxerto de pele para diminui o risco de infecção e proporcionar uma recuperação mais rápida e efetiva no local da fratura.

Na porta do hospital em que a vítima está, a espera dos familiares é angustiante. “É horrível essa demora, essa espera. Ele pode morrer aqui, adquirir uma infeção hospitalar e ninguém faz nada”, dispara uma irmã do rapaz. Reginaldo reclama que está praticamente imobilizado e sem poder, sequer, fazer suas necessidades fisiológicas. “Eu tenho dor no corpo todo, não posso me mexer pra lugar nenhum. Alguém por favor me ajude”, apela.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que todas as vagas no Hospital Geral do Estado estão ocupadas e que as equipes tentam uma transferência em caráter de urgência para outro hospital do estado.

"Nós não temos a vaga, então por conta disso estamos tentando uma transferência através da Central de Regulação do Estado para que o rapaz seja removido para um centro especializado em outra cidade", afirma Gilberto Carvalho, secretário de saúde.

A família de Reginaldo conta que ele foi levado no mesmo dia do acidente para hospitais de Salvador e Feira de Santana, mas teve que retornar por falta de vaga.

O acidente – A colisão envolveu a motocicleta Honda Boz, placa JQK-9697, e um carro modelo Fiat Pálio, placa JPM-9924. As circunstâncias do acidente ainda não foram totalmente esclarecidas, mas testemunhas disseram que o carro vinha no sentido bairro da Bomba-bairro da Rodagem e atingiu a moto que vinha no sentido BA-411-Centro.

Após bater na moto o carro subiu em uma calçada, bateu em uma joalheria e capotou. O motorista do Pálio Ramon Borges Araújo, 22 anos, e três passageiras, Dalila Araújo Ventura, Tainara Araújo Ventura e Laise Borges Ventura tiveram apenas ferimentos leves. O pedestre Waldelnildo Santos Ferreira, que estava na calçada no momento do acidente, também ficou ferido, porém sem gravidade.

Já Reginaldo Ferreira dos Santos, que pilotava a moto, e a passageira, Balbina Sena Ribeiro, 34 anos, foram retirados do local por equipes de resgate e socorridos inicialmente no Hospital Municipal de (HM) de Serrinha. Balbina, que morava em Salvador e tinha vindo a Serrinha para visitar um filho, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Geral Clériston Andrade em Feira de Santana.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Absurdo é as pessoas sairem nas ruas dirigindo feito loucos atropelando e matando,o nome disso é homicidio doloso quando ha intençao de matar

      Excluir
  2. Existem sim, muitos absurdos. Mas esta matéria foi postada ontém, dia 10/12/2012 à noite. Então, o paciente estava a um dia e horas esperando e não 3 dias. Mesmo assim, um dia já é muito tempo. A saúde no Brasil está na UTI!

    ResponderExcluir
  3. O HOSPITAL (HMS) COM ESSE DESCASO, SEM ASSISTÊNCIA ADEQUADA,NÃO TEM UM APARELHO DE TOMOGRAFIA E NEM CIRURGIÃO ,O PACIENTE FICA A MERCÊ DA BOA VONTADE DO SETOR DE REGULAMENTAÇÃO SE O HOSPITAL TIVESSE SUA ESTRUTURA ADEQUADA O RAPAZ NÃO ESTAVA PASSANDO POR ESSE PERRENGUE CORRENDO RISCO DE AMPUTAÇÃO DO MEMBRO INFERIOR E ATÉ DE VIDA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kd o motorista do Palio que nao aparece para ajudar?

      Excluir
  4. a é e porque o cara do carro nao esta ajudando nas despezas desse rapaz?porque nao mostrou a foto dele e das bonitinhas que estavam com ele é assim só quem sente a dor é que chora nesse Pais

    ResponderExcluir
  5. concordo com vove. deveria postar as fotos d todos q estava a bordo do veiclo?

    ResponderExcluir
  6. É rapaiz o caso ta sério!!
    Mais eu tava abastecendo no posto caçua na hora desse acidente...Os dois são imprudentes mais o motoqueiro fez as piores infaçoes de transito
    Ele passou o sinal vermelho e tava sem capaçete os dois.
    Enquanto essé kara do carro procure andar devagar na cidade....dessá vez ele tava certo,mais mesmo assim ele procure andar devagar carro é uma arma.
    Isso serve de aviso aos moto-taxi de serinha
    As vezes fiko ali no posto olhando e varios moto-taxi passando sinal vermelho!!
    respeito o sinal de transito...

    ResponderExcluir