5 de ago de 2016

Duas pessoas morrem após comer cozido de fato em Presidente Tancredo Neves

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um adolescente e um idoso da mesma família morreram na localidade de Pitiá, zona rural da cidade de Presidente Tancredo Neves, localizado a 240 km de Serrinha. João Santos Miranda, de 16 anos, faleceu no início desta semana após comer cozido de fato, feito por Pedro Feliciano do Santos, de 73, que também veio a óbito um dia depois da morte do jovem.

Segundo o delegado da cidade, Cláudio Gonzalez Romay Neto, as primeiras informações eram de que João estava com meningite, já que alguns casos da doença foram confirmados no município. Descartada a hipótese, acredita-se que o alimento estava estragado ou envenenado. Uma familiar informou, em depoimentos, que os restos de comida foram dados ao cachorro, que também faleceu.

De acordo com o delegado, ainda não há certeza se o idoso morreu após comer o cozido ou foi por causas naturais, já que ele apresentava quadros de hipertensão e ficou abalado pela morte do jovem. Os corpos foram encaminhados para o DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Santo Antônio de Jesus e parte do alimento conseguiu ser recuperada e enviada ao laboratório central, em Salvador.

As investigações estão tentando descobrir se o cozido estava estragado ou se foi envenenado, por acidente ou propositalmente. Uma das hipóteses é de que uma embalagem de agrotóxicos tenha sido usada como recipiente do alimento. O delegado informou que a carne tinha sido comprada há 15 dias e mantido refrigerado até a quarta (27), quando toda a família comeu. O idoso teria preparado o restante da comida no sábado (29), quando, aparentemente, só o adolescente acabou ingerindo o cozido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário