30 de out de 2015

Coité: Prefeito nega acusação de licitações irregulares

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de improbidade administrativa por dispensas irregulares de licitação no valor de R$ 1,3 milhão, o prefeito de Conceição do Coité, na região sisaleira, Francisco de Assis Alves dos Santos, negou que tenha cometido as irregularidades apontadas.

De acordo com o MPF, o gestor realizou contratos indevidos com locação de micro-ônibus para transporte de pacientes, locação de veículos para transporte escolar e fornecimento de merenda escolar. As licitações teriam sido feitas no começo do mandato em 2013, com a justificativa de dispensa porque os contratos teriam sido encerrados no final do ano anterior, 2012, e que não haveria tempo hábil para fazer as concorrências.

Na defesa, Assis negou a acusação e afirmou que as contas dele de 2013 já haviam sido aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e pela Câmara de Vereadores local. “Meu governo sempre fez licitações públicas limpas, quase sempre com pregão presencial, e respeitei todos os contratos”, diz um trecho da nota do prefeito.

Assis ainda declarou que não recebeu a denúncia e não sabe do que está sendo acusado. “Preciso conhecer a denúncia para preparar minha defesa”, escreveu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário