29 de out de 2015

Briga por mega hair motivou morte de jovem que teve corpo escondido em cama box

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma discussão por um mega hair teria sido a causa da morte da jovem Thaiure Silva de Araújo, de 20 anos, que foi assassinada pela amiga Taise Fortunata dos Santos, 19, nesta quarta-feira (28), em Feira de Santana. De acordo com o delegado João Uzzum, titular da 1ª Coorpin/Feira de Santana, Taise afirmou que a amiga, com quem morava há cerca de dois meses em uma casa alugada, teria pego seu mega hair e não teria pago pelo produto.

Apesar de alegar que não se lembra dos detalhes da ação, Taise afirmou que na manhã do crime teria começado a discutir com a amiga por conta do mega hair. Ela contou que durante a discussão começou a ouvir vozes ordenando que ela matasse Thaiure. “Ela disse que a voz falava ‘Mate ela’”, afirmou o delegado. Taise pegou uma faca e golpeou a amiga mais de 50 vezes. A maioria das perfurações atingiu a garganta e o tórax de Thaiure.

A jovem vai responder por homicídio qualificado, provocado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. A pena prevista para esse tipo de crime é de 12 a 30 anos de reclusão. De acordo com o delegado, Taise tem uma passagem anterior e recente pela polícia. No início do ano, ela usou um pedaço de pau para golpear o então companheiro, que teve o crânio afundado durante a agressão. Por causa desse episódio, Taise ficou 15 dias presa pelo crime de tentativa de homicídio.

Durante o depoimento, Taise ainda confessou que tentou amputar a perna direita de Thaiure para esconder o corpo em uma caixa. Como não conseguiu finalizar o corte, a jovem decidiu colocar o corpo em uma cama box. De acordo com o delegado, a família de Taise afirmou que ela é usuária de drogas. Ela foi encaminhada ao Presídio Regional de Feira de Santana.

Faca que pode ter sido usada no crime foi apreendida pela polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário