29 de mar de 2011

Presos iniciam rebelião durante revista no presídio de Paulo Afonso

Os presos do Presídio Regional de Paulo Afonso, a 300 km de Serrinha, iniciaram uma rebelião, nesta terça-feira, 29, durante revista na casa prisional. Eles colocaram fogo nas próprias roupas e colchões. O motim começou por volta das 8h00m, quando um grupo de policiais e agentes penitenciários foram impedidos pelos detentos de entrar nas celas para fazer a revista.

O diretor do presídio Carlos Alberto Belíssimo tentou negociar com os líderes dos presos a liberação das celas. Como eles se apresentavam irredutíveis, o diretor ameaçou desligar o sistema interno de TV, ventiladores, e suspender as visitas. Os detentos ficaram irritados e começaram a bater nas grandes provocando um grande tumulto.

Cerca de sete viaturas do GTM e 30 policiais, além do Corpo de Bombeiros, foram mobilizados para tentar controlar a situação. Dois presos tentaram fugir arrebentando uma parede da cela e ficaram feridos. Eles foram levados para o Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) em Paulo Afonso onde foram medicados e em seguida retornaram ao presídio.

Somente no final do dia, após uma intervenção do Juiz da comarca de Paulo Afonso, Cláudio Pantoja a rebelião foi controlada. No balanço da polícia foram encontrados aparelhos celulares, objetos cortantes e certa quantidade de maconha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário