8 de mar de 2011

Ação integrada das polícias civil e militar prende três acusados de roubo em Barrocas

Vinte e quatro horas após o roubo a uma fabrica de argamassa, no município de Barrocas, policiais militares do 16° Batalhão e agentes da delegacia local conseguiram prender os três principais acusados e recuperar parte do material roubado. Marcos Santos Cunha, conhecido como “Marquinhos”, Gilson França, “Mô”, foram abordados em um bar próximo ao cemitério da cidade e não ofereceram resistência.

O terceiro envolvido Sostenis de Jesus Araújo, “Lelé”, foi preso na região do povoado da Barreira, no momento em que se preparava para fugira para Araci (distante 28 quilômetros).

As prisões ocorreram na noite da última sexta-feira, 4, por volta das 21h00m. Com os acusados a polícia encontrou um computador e acessórios, uma impressora, uma balança, relógio de parede, um telefone, uma mala com ferramentas e vários outros objetos, além de documentos da empresa.

Roubo - Os ladrões arrombaram uma parede do prédio onde funciona a fábrica, localizado às margens da BA-411, próximo ao novo prédio da prefeitura, quebraram a porta do escritório e fugiram com os objetos por volta das 20h00m de quinta-feira, 3.

Na delegacia, os antecedentes dos acusados revelaram que Marcos Santos Cunha já foi preso na cidade de Val Paraíso – Goiás por homicídio e estava cumprindo a pena em liberdade. O escrivão da polícia civil Wellington Bispo acredita que os três acusados faziam parte de uma quadrilha que vinha praticando uma série de assaltos e roubos nos povoados e na cidade.

Os acusados foram autuados por furto triplamente qualificado pelo delegado Paulo Ferreira Dias.

Foto: Jornal a Nossa Voz

Um comentário: