30 de jan de 2011

Bebê morre estrangulado pelo pai em Valente

O ajudante de pedreiro Rafael Santana Santos, 19, está preso na Delegacia de Polícia de Valente, a 69 km de Serrinha, acusado de matar a própria filha, Geisvelen de Jesus Santos, de apenas três meses de idade. O crime acorreu no sábado (29), por volta das 9h30, na Avenida Mexicano.

Rafael acabou detido porque após cometer o crime, ele ingeriu veneno de rato. A polícia foi chamada para atender a uma emergência de uma pessoa que tentou se matar por envenenamento, e para a surpresa de todos, quando a equipe médica, acompanhada da polícia chegou ao local, encontrou, além de Rafael, uma criança morta no colo da mãe.

Segundo a polícia, Rafael é viciado em drogas, convivia com Alexandra Melo de Jesus, 18, com quem teve dois filhos. Eles brigavam muito e em uma das brigas, o acusado arremessou ao solo o seu primeiro filho, G.J.S., provocando politraumatismo e a criança ficou alguns dias internados em uma clínica em Conceição do Coité. Após a recuperação da criança, o caso tornou-se público e chegou ao conhecimento da justiça que o processou, e vinha respondendo pela tentativa de homicídio e maus tratos.

Cansada das agressões do marido, Alexandra passou a morar na casa da mãe na Rua José Pacífico dos Santos, no bairro Hermiro Simões. Na noite de sexta-feira (28), Rafael a chamou para dormir na casa que ele tinha alugado e no único colchão de “solteiro” do barraco, onde supostamente, dormiram os três. Ao acordarem na manhã de sábado, aconteceu outra briga entre o casal e Rafael vingou-se estrangulando a recém-nascida até a morte.

Rafael será ouvido pelo delegado Jorge Umbelino, titular da DP de Valente, e depois transferido para o Presídio de Segurança Máxima de Serrinha (cebolão).

Foto: Sisal News

Nenhum comentário:

Postar um comentário