27 de fev de 2014

Suspeitos pela morte de comerciante em Lajedo do Tabocal são presos

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Três suspeitos pela morte do comerciante André Castelo Branco, 43 anos, foram detidos pela 9ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Jequié) nesta quarta-feira (26).

André, que estava desaparecido desde o dia 17 de janeiro, foi encontrado morto em um matagal na zona rural de Lajedo do Tabocal, a 299 km de Serrinha, no dia 15 de fevereiro. O delegado regional Fabiano Aurich informou ao Blog do Marcos Frahm que o comerciante foi vítima de latrocínio.

O comerciante era dono de uma distribuidora de bebidas em Lajedo do Tabocal. Dois adolescentes de 17 anos e um jovem identificado como Bruno Novaes Santos, 21 anos, entraram no local dizendo querer comprar bebidas, segundo a polícia. No local, eles agrediram o comerciante com facadas e pauladas. Depois, eles levaram o comerciante em um Saveiro, do próprio André, e o abandonaram morto perto do matagal onde foi achado.

Bruno foi preso e os menores apreendidos hoje - eles confessaram que agiram para roubar R$ 11 mil do comerciante. Cada um dos adolescentes ficou com R$ 2.500 e os outros R4 6 mil foram divididos entre Bruno e um quarto envolvido que ainda é procurado.

Os menores de idade seguem para o Ministério Público de Jaguaquara, enquanto Bruno ficou preso em Lajedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário