27 de fev de 2019

Suspeito de matar pedreiro em Araci é morto em troca de tiros com a PM

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O suspeito de envolvimento na morte do pedreiro Isaías de Souza Rodrigues, de 40 anos, o "Píton", foi morto em uma troca de tiros com policiais da 3ª Companhia do 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM) na madrugada desta quarta-feira (27).

Ailton Silva dos Santos, vulgo “Boca de Ouro”, foi localizado em uma casa no povoado Barreiras, em Araci, a 35 km de Serrinha. Quando foi abordado pelos policiais, o suspeito tentou fugir, reagiu e foi atingido.

O pedreiro Isaías de Souza Rodrigues foi assassinado a tiros enquanto trabalhava em uma obra na manhã de terça-feira (26) no distrito de Pedra Alta.

Segundo apurou o Portal Cleriston Silva – PCS, o suspeito Boca de Ouro chegou a ser conduzido em uma viatura até o Pronto Socorro do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, na Rua Amerino Oliveira Lima, na sede do município, mas morreu ao dar entrada na unidade.

A arma que ele usou no confronto – um revólver calibre 38 com três cartuchos deflagrados e dois intactos – foi apreendida para ser periciada.

Na casa onde o suspeito foi encontrado, a polícia apreendeu ainda 500 gramas de maconha, duas porções de cocaína, dez pedras de crack, uma balança de precisão, um coldre, um celular e R$ 90,00.

Boca de Ouro foi identificado, durante as investigações, como o homem responsável pelos disparos que atingiram o pedreiro na obra.

Segundo informações levantadas pelo PCS, Boca de Ouro era suspeito de diversos crimes e comandava uma facção criminosa que controla um esquema de tráfico de drogas em povoados de Araci e Tucano.

Segundo a polícia, as investigações do crime continuam com o objetivo de identificar e prender outros suspeitos de envolvimento no assassinato do pedreiro.

Polícia apreendeu 500 gramas de maconha, porções de cocaína, pedras de crack, balança de precisão e dinheiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário