12 de abr de 2017

Ipac elabora parecer para tornar Fogaréu de Serrinha patrimônio imaterial

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (Ipac) acompanhará a Procissão do Fogaréu, em Serrinha, nesta quinta-feira (13), a fim de elaborar um dossiê para Registro Especial como patrimônio imaterial.

O evento, que acontece desde 1930 como abertura do cerimonial litúrgico das comemorações da Paixão de Cristo no município, e vem sendo seguido desde 2014, já conta com o Registro Especial Provisório.

“Este é um importante marco para a Semana Santa de Serrinha que vem se consolidando como rota de turismo religioso na Bahia, em que durante sete dias, moradores e turistas celebram a Paixão e Ressurreição de Jesus Cristo com atos religiosos.

O Registro Especial é de suma importância para o reconhecimento da Tradição e fé do nosso povo”, afirma o diretor do Ipac, João Carlos de Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário