9 de abr de 2017

Adolescente tem burro roubado em Alagoinhas; animal era usado para ajudar família

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um adolescente de 13 anos teve o burro roubado no município de Alagoinhas, a 119 km de Serrinha. O garoto usava o animal para puxar uma carroça e ajudar a mãe no sustento da família, que é bastante carente.

A família sobrevivia fazendo carreto com uma carroça improvisada e o burro. Depois que o animal foi roubado, a mãe, o pai e dois filhos perderam a única fonte de renda.

A carroça também era utilizada para percorrer alguns estabelecimentos comerciais da cidade e recolher as comidas que sobravam que, em bom estado, era usada para alimentar a família.

Há um mês, o adolescente ganhou uma carroça improvisada e, com o animal, ajudava a mãe. "Eu me sinto bem, porque eu não gosto de ver ela nessa situação", disse.

Apesar da pouca idade, o menino sabe a importância de ajudar a mão a sustentar a família. "Ela é minha mãe, ela que me botou no mundo, eu tenho que ajudar ela". A mãe ficou emocionada ao perceber a consciência e dedicação do filho. "Ele tá querendo me ajudar, sendo que ele não tem obrigação de me ajudar, quem tem que dar a ele é eu (sic). E ele tá fazendo tudo isso só pra gente sair do aluguel".

A mulher contou que trabalha “para sair da humilhação de aluguel”, pois o dono da casa onde mora atualmente vendeu o imóvel e deu prazo de três dias para sair. A família tem um terreno e até já começou a construção da casa, mas a falta de dinheiro interrompeu o sonho da família.

A mulher ficou desesperada com a situação. Com o desaparecimento do animal, a renda da família diminuiu consideravelmente e as dívidas não param. A mãe do adolescente diz que as pessoas costumam cobrar na frente dos filhos, além de dizer desaforos. Para pior a situação, a mulher ainda teve R$ 150 roubado.

Antes do burro ser roubado, o menino gravou um vídeo pedindo uma carroça maior, um cavalo e blocos para ajudar a mãe. Na gravação, o menino explica que está saindo para trabalhar com a carroça improvisada, mas explica que ela é muito pequena para realizar o transporte do material.

Nenhum comentário:

Postar um comentário