16 de mai de 2016

Grupo ataca delegacia, bloqueia ponte e explode agência em Cipó

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um grupo com cerca de 10 bandidos fortemente armados levou terror ao município de Cipó, a 97 km de Serrinha, na madrugada desta segunda-feira (16). O objetivo do bando era explodir uma agência do Banco do Brasil, que fica no centro da cidade. Segundo a polícia, a quadrilha invadiu a cidade por volta das 2h em dois carros.

Para impedir reação da polícia e intimidar a população, o grupo atravessou e ateou fogo em uma Strada Adventure na ponte Getúlio Vargas, sobre o Rio Itapicuru. Eles também montaram um cerco em frente ao batalhão da Polícia Militar e fizeram dezenas de disparos para o alto.

A ação durou cerca de 20 minutos. O grupo destruiu a porta de vidro da agência, enquanto outros membros da quadrilha se espalharam nas ruas que dão acesso à agência. No total, foram ouvidas quatro explosões. Segundo a polícia, os bandidos atacaram os caixas eletrônicos que ficam na área de autoatendimento e o cofre da agência. O imóvel ficou completamente destruído.

Na fuga, em uma Ranger prata, o grupo voltou a fazer disparos, desta vez na frente da delegacia. Um agente que estava de plantão no momento do ataque relatou momentos de pânico. "Uma moradora ligou para cá para falar que estavam arrombando o banco. Falei para ela se proteger e não se expor. Foi quando ouvi a primeira explosão pelo telefone e ela desligou", conta.

O agente, que não quis se identificar, disse ainda deu para ver toda a ação pela delegacia. "Vi o clarão daqui. A sensação foi de extremo pavor. Em uma situação dessas você fica totalmente sem ação. Foram uns seis tiros aqui na parede". Além do agente, também havia nove presos dentro das celas no momento do ataque.

Os bandidos fugiram pela BR-110, em direção ao município de Nova Soure. O agente acionou todas a polícias da região, que montaram cerco na estrada, mas não localizaram o veículo da fuga. "Acreditamos que eles tenham acessado alguma estrada vicinal e fugido por outro caminho", completou o policial civil. O caso está sendo investigado pela 25ª Coordenadoria Regional de Polícia no Interior (Coorpin/Euclides da Cunha).

Agência foi alvo de ataque na madrugada desta segunda-feira
Segundo polícia, grupo explodiu caixas eletrônicos e cofre de agência

Bananas de dinamite foram encontradas pela polícia após o crime

Nenhum comentário:

Postar um comentário