15 de abr de 2014

Jaguaquara: funcionário da prefeitura é preso acusado de fraudar folha de pagamento

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Um funcionário da Prefeitura de Jaguaquara (distante 288 km de Serrinha) foi preso em flagrante esta segunda-feira (14) acusado de fraudar dados da folha de pagamento para desviar dinheiro. Ele deve responder por peculato e pelo artigo 313 do Código Penal, que trata da inserção de dados falsos em sistemas informatizados ou bancos de dados da Administração Pública para obter vantagens indevidas ou causar danos.

Segundo a delegada Maria do Socorro Damásio, a polícia começou a investigação depois de receber denúncias de que irregularidades estavam acontecendo na Prefeitura, já que a folha de pagamentos estava apresentado discrepâncias. Iniciou-se assim uma apuração sobre o caso que levou à prisão de Simei Rocha Brito, na própria prefeitura, no fim da tarde de hoje.

Ele está detido na delegacia da cidade, mas ainda não prestou depoimento oficial. Informalmente, ele assume ser o único responsável pelo esquema, mas a polícia ainda investiga se outras pessoas se beneficiavam da fraude. "Existe uma questão de delação premiada, que pode levar a outras pessoas. Mas ele assume (o crime) sozinho", diz a delegada.

O crime de peculato tem pena de 1 a 8 anos de prisão. Já o artigo 313 prevê até doze anos de prisão, além de multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário