11 de abr de 2014

Casal aplicava golpes com cartões de crédito em Senhor do Bonfim e Feira de Santana

Redação Portal Clériston Silva PCS

Dezenas de cartões de crédito com limites entre R$ 50 mil e R$ 100 mil foram apreendidos, na terça-feira (11), com o casal de estelionatários Lindson Cardoso Lins, de 34 anos, e Priscila dos Santos Moreno, 30, no bairro do Tomba, em Feira de Santana, por investigadores do Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), da Polícia Civil.

Segundo o delegado Charles Leão, coordenador do grupo, a dupla utilizou dados de empresários e executivos para emitir cartões de crédito, utilizados, posteriormente, em compras pela internet e em estabelecimentos comerciais em Feira, Senhor do Bonfim e Juazeiro. “Entre as vítimas estão profissionais de empresas do ramo alimentício, companhias aéreas, varejo e agronegócios”, explicou o delegado.

Para ter acesso aos dados de terceiros, Lindson criou uma empresa chamada Lindson Cardoso Lins Ayala Eletrons (CNPJ 19.197.531/0001-44), habilitando-se a ter acesso ao banco de dados de instituições de regulação de crédito. Ele pesquisava nomes de pessoas com poderio financeiro na internet e em revistas, descobrindo, em seguida, dados das vítimas, como números de documentos pessoais, endereços e filiação. 

Cartão adicional - De posse dessas informações, o falsário solicitava cartões de crédito em nome das vítimas e em seu nome, como adicional, para ser entregue no endereço aonde vinha residindo, no bairro do Tomba. O crédito era utilizado para comprar, principalmente, eletroeletrônicos e celulares, pela facilidade de revenda desses produtos.

Segundo Charles Leão, uma denúncia foi encaminhada aquela unidade, informando que o casal recebia dezenas de cartões de crédito por semana, no endereço ocupado por eles. No momento da prisão, Priscila havia acabado de receber dois envelopes contendo cartões em nome de terceiros. Na casa deles, estavam ainda fichas de consultas de dados cadastrais e anotações com números de documentos de vítimas.

O casal vai responder por estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documentos. Ambos têm passagens anteriores pela polícia, também por estelionato. Priscila e Lindson serão encaminhados ao Sistema Prisional. A polícia acredita que o casal lesou mais de 100 vítimas nos últimos meses.

Cartões apreendidos com o casal

Nenhum comentário:

Postar um comentário