28 de jan de 2014

Corpo de motorista de ônibus que foi atingido por trator em acidente que matou 14 é enterrado

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Motorista deixou duas filhas
O corpo do motorista do ônibus atingido pelo trator que caiu de uma carreta na BR-110 na última segunda-feira (27) foi sepultado nesta terça-feira (28) em Paulo Afonso, cidade que era o destino final da viagem. Josevaldo Lima da Silva, 33 anos, o motorista, morreu no local do acidente. Ele era casado e deixou duas filhas crianças.

O acidente aconteceu na altura do km 322 no começo da manhã de segunda-feira (27). O trator, que não estava amarrado, se soltou da carreta e caiu na pista; o ônibus vinha no sentido oposto e acabou se chocando com o trator, que caiu durante uma curva.

O ônibus precisará ser serrado para ser removido da rodovia, segundo a TV Bahia. Um representante da empresa responsável pelo trator prestou depoimento. O motorista da carreta, Joniçon Lima Silva, 43 anos, teve prisão preventiva decretada pela Justiça na noite de ontem e já está preso.

"Nós estamos tentando juntar aos autos todas as informações necessárias pra indiciamento não só do autor do fato como do co-autor do fato, que é o tratorista que fez a manobra pra cima da prancha do caminhão. E tentando também responsabilizar a empresa, que contratou este terceirizado sem os cuidados devidos", diz o delegado Jobson Marques.

O ônibus, da empresa Gontijo, saiu de São Paulo para Paulo Afonso com 31 passageiros. Além dos 14 mortos, 21 pessoas ficaram feridas - a maioria foi levada para o Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas, que informou em nota que 19 pessoas deram entrada na unidade. Sete feridos receberam alta hoje.

Outras cinco pessoas continuam internadas com quadro de saúde estável e não correm risco de morrer. Há ainda três paciente em observação no Hospital da Clínicas de Alagoinhas. Já Aurizete Rodrigues dos Santos, 63 anos, sofreu um traumatismo cranioencefálico e está em estado grave no Hospital do Subúrbio, em Salvador.

Ônibus precisará ser serrado para remoção

Nenhum comentário:

Postar um comentário