20 de nov de 2018

Itapicuru: Denúncia revela que acusado de homicídio perfumou local do crime e cantou após matar sua ex

Redação Portal Cleriston Silva PCS

No último domingo (18), o juiz substituto de Itapicuru, José Brandão Netto, recebeu a denúncia ofertada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra um homem acusado de matar a ex-namorada. De acordo com a denúncia, Alex Ferreira dos Santos, conhecido como “Lequinho”, usou cortador de unhas, faca e asfixiou a vítima com um cinto. O crime aconteceu no dia 1º de novembro, em Caraíba, na zona rural da cidade, por ciúmes.

Após manter relação sexual com a ex-namorada, o réu desferiu golpes com cortador de unhas, usou facas e deu socos no rosto da vítima na intenção de matá-la. O casal estava separado há sete meses, mas o réu disse que veio de São Paulo só para matá-la.

Na decisão de recebimento da denúncia, consta que o réu ainda “ligou som bem alto” e que a “vítima demorou de morrer”. O autor do crime ainda contou que usou o perfume da vítima por toda a casa para disfarçar o forte cheiro do sangue dela. Ao ser preso, segundo descrito na decisão, ele cantarolava na viatura, pois tem o costume de “cantar ao se sentir feliz”.

Com o recebimento da denúncia, o acusado será processado pelo crime de feminicídio, no âmbito de violência doméstica e familiar, qualificado pelo motivo torpe e pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário