2 de jun de 2016

Tradicional destino junino, Senhor do Bonfim espera cerca de 80 mil turistas

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A cidade de Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, é bastante procurada durante o São João. De acordo com a prefeitura do município, a expectativa para este ano é de cerca de 80 mil turistas para os dias da festa. Os shows do São João começam no dia 23 de junho e seguem até o dia 26.

Mais de dez atrações vão agitar o período junino no município que tem dois palcos para festa: um na Praça Nova do Congresso, que já foi o principal local dos festejos; e o Parque da Cidade, onde atualmente se apresentam as principais atrações. São mais de 100 anos de tradição da festa mais esperada pelos bonfinenses.

"Temos o período junino efetivamente nos dias 23 a 25, na Praça Nova [do Congresso], onde a gente trabalha com as manifestações culturais locais, sanfoneiros e bandas de forró. E depois, o circuito junino musical, com atrações nacionais, também com sanfoneiros, bandas locais, [que se apresentam] no Parque da Cidade", explicou a secretária de cultura da cidade, Carla Pereira.

Entre as atrações da festa deste ano estão Bruno e Marrone (23 de junho), Victor e Léo (24) e Flavio José (25). O sanfoneiro Reinaldo do Acordeon também é uma das atrações confirmadas deste ano. Ele conta que já perdeu as contas de quantas vezes animou o São João de Senhor do Bonfim e não vê a hora da festa começar. "Nós estamos animados. Se fosse amanhã esse São João seria melhor ainda", brincou Reinaldo.

Além da festa gratuita nas praças de Senhor do Bonfim, o público ainda pode conferir eventos particulares. Na maior festa da cidade, que acontece durante três dias, serão nove atrações, entre elas Wesley Safadão, Aviões do Forró e Dorival Dantas.

Hospedagem - A procura por onde ficar nos dias de festa começou desde o mês de março. Tem quem prefira o conforto de um quarto de hotel, entretanto é bom reservar com antecedência, porque a procura é grande. O pacote para quatro a cinco dias de festa, com café da manhã, pode custar entre R$150 e R$ 1.500.

Nos últimos anos, uma prática comum tem sido juntar uma turma em casas ou chácaras. O aluguel para até cinco dias fica entre R$ 1.500 e R$ 7 mil. O estudante Rodrigo Almeida aluga a própria casa e também ajuda a alugar a casa de amigos.

"A procura está tão grande que as pessoas não estão dando conta em relação aos valores. Os imóveis estão bem mais caros do que no ano passado. Inclusive, boa parte dos imóveis já foram alugados", relatou Rodrigo.

Os moradores da cidade esperam ansiosos a chegada dos visitantes no mês de junho. "É a única festa de tradição que nós temos aqui, e movimenta muito o comércio", disse o proprietário de um hotel na cidade, Clóves Heitor Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário