20 de nov de 2011

Serrinha: CTA promove dia de orientação sobre HIV/DST/Aids

Redação Portal Clériston Silva PCS

A comunidade do bairro da Cidade Nova recebeu na última sexta-feira, 18, o projeto “Saúde, Educação e Prevenção nas Escolas”. Criado e desenvolvido pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) o projeto tem como objetivo principal despertar a consciência da necessidade da prevenção, aumentar a compreensão e promover análises da sociedade e órgãos públicos sobre HIV/DST/Aids.

De acordo com o último boletim epidemiológico produzido pelo CTA e divulgado em setembro deste ano até 2010 60 casos de Aids foram registrados em Serrinha. Três mortes por causa da doença foram registradas entre os anos de 1980 a 2011.

Durante o evento funcionários da Secretária de Saúde, DIREC 12, Secretaria de Desenvolvimento Social e Secretaria de Educação distribuíram preservativos e panfletos informativos sobre prevenção à transmissão do vírus HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis como sífilis e hepatites B e C.

Cerca de 300 pessoas visitaram os quatro estandes montados na Praça Aloísio Carneiro e fizeram gratuitamente os testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite, além de exames de glicemia e aplicação de flúor. “A campanha nos bairros promove educação frente às doenças sexualmente transmissíveis e conscientiza os estudantes sobre a importância em se prevenir e orientar a população a realizar os exames gratuitamente e com sigilo total”, afirmou Patrícia Dutra Rocha, enfermeira sanitarista e coordenadora do projeto.

Apesar da idade avançada, a aposentada Carmem de Araújo, de 68 anos, aproveitou o dia pra fazer o exame de glicemia e o teste rápido de HIV. “Eu sou extremamente cuidadosa com a minha saúde, e não é, por acaso, que mesmo com essa idade eu ainda trabalho”, disse ela em meio a risos.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro da Cidade Nova João Batista, aproveitou o evento pra informar que está buscando junto a SMS a instalação de um mini laboratório no Posto de Saúde da Família (PSF) local para realização destes e de outros exames. “Nós queremos com isso evitar que a os moradores daqui se desloquem quase cinco quilômetros para fazer um simples exame no Hospital Municipal”. Atualmente o PSF da Cidade Nova conta os serviços de psicologia, clínico geral três vezes na semana e assistente social.

Veja outras imagens

Secretário de Saúde participou do evento e fez o teste rápido de HIV
Aplicação de flúor em crianças do bairro
Equipes da SMS, associação e outros órgãos distribuíram preservativos e panfletos informativos

Nenhum comentário:

Postar um comentário