20 de nov de 2011

Piloto do Campeonato de Velocidade na Terra morre em acidente na BA-131, em Miguel Calmon

Redação Portal Clériston Silva PCS

Um piloto do Campeonato Baiano de Velocidade na Terra morreu em um acidente na BA-131, no município de Miguel Calmon, a 234 km de Serrinha, na manhã deste domingo (20). Erinaldo Matias de Carvalho, 46 anos, conhecido como Pernambuco, se preparava para disputar a sétima etapa da competição com um Gol, cor branca, quando capotou na rodovia.

De acordo com Selma Morais, presidente da Federação de Automobilismo da Bahia (FAB), o acidente ocorreu antes da competição começar.

“Houve o acidente só com Pernambuco. A competição nem tinha começado ainda. Depois que a carreta com todos os carros chegaram, ele pegou o carro dele e foi para o asfalto. Ele perdeu o controle da direção, não se sabe ainda se por alguma falha na pista ou problema no carro, capotou e caiu em uma ribanceira”, diz a presidente.

Pernambuco chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho, em Jacobina, mas não resistiu e morreu minutos depois. Por conta do acidente, o evento foi suspenso. A prova deste domingo (20) marcaria a inauguração do Circuito Calmonense de Velocidade na Terra, construído no limite com o município de Jacobina.

"Nós lamentamos muito, perdemos um grande piloto. Ele era um cara super alegre, animado. A torcida gostava dele porque ele era ousado. Era um excelente piloto", completa a presidente da Federação.

As provas estavam divididas nas seguintes categorias: Speed (S), Fusca com motor de AP 2000cc; Turismo (T), Gol, Voyage e Passat, com motor AP 1600cc; Super Turismo (ST), Gol, Voyage e Passat, com preparação livre.

Pernambuco disputaria a categoria Super Turismo. O corpo dele será encaminhado para Salvador e deve ser sepultado nesta segunda-feira (21).

Perfil - Erinaldo Matias de Carvalho era um profissional experiente. Ele foi piloto de arrancada, com um Fusca amarelo, apelidado de Lacraia, e atualmente era piloto de Velocidade na Terra, com o Gol que sofreu o acidente.

Conhecido no automobilismo da Bahia, Erinaldo já foi presidente do Clube do Automobilismo da Bahia (CAB) e até havia se candidatado a vereador nas eleições de 2008, segundo o atual diretor do CAB, Alexandre Martins. "Erinaldo era um piloto experiente, com 15 anos de automobilismo, um dos fundadores do Baiano de Velocidade na Terra e um grande incentivador do automobilismo na Bahia", afirma.

“Ele era um dos pilotos mais ousados e destemidos que o automobilismo da Bahia tinha. Ele era extremamente técnico e arrojado”, lamentou Selma.

FAB lamenta - Em nota, a FAB presta solidariedade aos familiares de Pernambuco e deseja força aos demais pilotos "para que possam continuar realizando as provas do campeonato, sabendo que sempre vai faltar no grid um dos pilotos mais técnicos e arrojados da Bahia".

A FAB confirmou ainda o cancelamento da 7ª etapa do Campeonato Baiano de Velocidade na Terra. A prova deste domingo era a inauguração do Circuito Calmonense de Velocidade na Terra.
A nota ainda ressalta que Pernambuco foi "um dos principais responsáveis pela consolidação do trabalho da Federação de Automobilismo da Bahia, com as suas atuações e o apoio que sempre emprestou às modalidades esportivas que mais gostava".

Nenhum comentário:

Postar um comentário