15 de out de 2018

Suspeito de crimes sexuais, professor da Uneb se entrega à polícia após determinação judicial

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O professor que leciona Direito Constitucional na Universidade do Estado da Bahia (Uneb) em Jacobina, a 198 quilômetros de Serrinha, teve sua prisão preventiva decretada após ser suspeito de cometer crimes sexuais. O mandato e afastamento foram determinados na quinta-feira, 11, e Thiago de Oliveira Moreira se entregou no sábado, 13.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o suspeito ocupa uma cela no 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Camaçari) na Região Metropolitana de Salvador), e está à disposição da Justiça.

Segundo o Ministério Público da Bahia (MP-BA), o professor tomou conhecimento da decisão através do seu advogado. A determinação da Justiça acatou o pedido produzido pelo MP-BA baseando-se em depoimentos e provas apresentadas por mais de dezenas de alunas e alunos. Em seus relatos, as vítimas informaram que o suspeito cometeu crimes de assédio sexual, ameaças e lesões corporais. Ainda, Thiago é suspeito de praticar crimes contra a Administração Pública, como supressão e prevaricação de documentos públicos.

Thiago é professor da Uneb desde 2007 e também atua como advogado. Na instituição ele já foi Coordenador do Colegiado de Direito Campus IV, localizado em Jacobina, e lecionava nos municípios de Irecê e Itaberaba. Atualmente ele ocupa os cargos de professor e procurador jurídico da cidade de Morro do Chapéu.

Ainda segundo a MP-BA, por haver um grande número de vítimas, o órgão disponibiliza suporte psicológico e assistencial às vítimas e testemunhas. Os interessados podem entrar em contato e agendar através do telefone (74) 3621-2212. As informações dos envolvidos serão mantidas em sigilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário