1 de dez de 2016

Câncer de próstata matou quase 800 homens este ano na Bahia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O câncer de próstata já matou 792 homens na Bahia este ano, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) até outubro. Neste balanço, o órgão aponta a ocorrência de 1.559 casos da doença em território baiano.

O mapeamento da secretaria entre janeiro e outubro de 2016 mostra ainda que a maior parte dos casos da doença foi registrada em homens com a faixa etária de 60 a 69 anos (639 ocorrências). As faixa etárias de 70 a 79 anos e 50 a 59 anos também apresentam altos índices, totalizando 490 e 214 casos, respectivamente. No cenário de óbitos, a grande parte das situações foram na faixa etária de mais de 80 (358), de 70 a 79 anos (261), de 60 a 69 anos (139).

Para o oncologista André Bacelar, embora os números ainda sejam altos, a maior busca por informação dos homens em relação à doença impactou em uma redução perceptível no número de casos.

"Cada vez mais, as pessoas estão informadas, mas também existe uma população com menos acesso à informação, com alguns preconceitos que acabam retardando a consulta ao médico. A gente percebe que os homens sabem da importância do exame, que há uma divulgação, mas existe uma resistência", explica.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a doença é a segunda principal causa de morte e a mais comum entre os homens em todo o mundo, depois do câncer de pulmão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário