3 de dez de 2016

Arena Condá lotada recebe corpos das vítimas do acidente e agradece apoio

Redação Portal Cleriston Silva PCS






A forte chuva que cai em Chapecó na manhã de hoje (3) não espantou o público que aguardou desde cedo a chegada dos corpos das vítimas do acidente aéreo na Colômbia com o time da Chapecoense. Os corpos chegaram por volta das 12h25 ao estádio, depois de um cortejo que percorreu as ruas da cidade. As arquibancadas estão lotadas de torcedores que, emocionados, se abrigam debaixo de capas e guarda-chuvas.

Em várias partes do estádio que recebe o funeral coletivo vê-se faixas em agradecimento ao povo da Colômbia, país onde ocorreu o acidente e que prestou o atendimento e o resgate das vítimas. Na última quarta-feira (30), uma cerimônia muito emocionante em homenagem às vítimas foi realizada no estádio de Medellín, exatamente no horário em que seria disputada a final da Copa Sul-Americana.

Alguns torcedores levaram à Arena Condá, inclusive, a bandeira colombiana. "Colombia, gracias por todo", é o que diz uma das faixas. Outra, em inglês, diz "A todo mundo, o que nos resta é agradecer".






"O carinho que eles [colombianos] tiveram com todo o povo chapecoense, com todos os brasileiros, foi muito comovente. Por mais que a gente queira demonstrar o quanto estamos gratos, não há palavras para dizer o quanto estamos honrados por tê-los como irmãos, vizinhos. Eu acho que Deus colocou uma nação muito nobre, muito educada e cheia de princípios para ensinar para todo mundo a fraternidade e a solidariedades. Esses professores são os colombianos", disse Gustavo Braun, corretor de seguros que levava uma das faixas.

As urnas foram carregadas por membros das forças armadas e foram recebidas sob gritos de “O campeão voltou”. Um trecho do hino do time foi colocado no estádio: "Nas alegrias e nas horas mais difíceis, meu furacão tu és sempre um vencedor!".

Os caixões foram colocados em áreas reservadas para serem velados por familiares e amigos. Toldos foram instalados para proteger os presentes da forte chuva que cai na região. A cada caixão que entra na Arena, os torcedores aplaudem e choram.






Nenhum comentário:

Postar um comentário