22 de ago de 2019

Deputado Osni critica descaso com meio ambiente e atraso de repasse do Minha Casa Minha Vida

Redação Portal Cleriston Silva PCS

No programa semanal '13 Minutos com Osni', transmitido ao vivo por meio do Facebook e Instagram, o deputado estadual Osni Cardoso criticou, nesta quarta-feira (21), o desmonte das políticas ambientais do Governo Federal e o descaso diante do número recorde de queimadas registradas no país em 2019.

"Em 2012, tivemos o menor resultado histórico de desmatamento. Vá ao INPE, leia os dados. Dos 10 municípios que mais desmatam no país, oito estão entre as com mais queimadas. Isso é o agronegócio que quer plantar de maneira desenfreada, sem respeitar o limite da natureza. Nós precisamos compreender isso. Quanto mais desmata, menos chuvas", disse Osni.

O deputado pediu que a população participasse dessa luta: "Nos ajude. O Governo Bolsonaro não se preocupa com o meio ambiente, a ponto de perder recurso internacional para o Fundo Amazônia, que é um compromisso de outros países do mundo para ajudar na proteção amazônica, porque ela não serve só para o Brasil, serve para o mundo inteiro".

Outro assunto abordado na 'live' foi a redução do orçamento e o atraso no repasse do Programa Minha Casa Minha Vida: "Nós já tivemos o que comemorar, milhões e milhões de habitações entregues por Lula e Dilma. Vou citar aqui como exemplo Serrinha. A gente entregou casas para quase 10 mil pessoas. A gente sabe o que é tirar o dinheiro da comida, da mãe de família escolher na hora de pagar o aluguel ou comprar o alimento. Portanto, não é só casa, é dignidade também".

Para o parlamentar, o Governo Federal está acabando com o programa e vai agravar ainda mais a situação do desemprego no país. "São 500 milhões em atraso. Segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil, se não houver o pagamento, mais 200 mil trabalhadores ficarão desempregados", destacou.

Durante o programa, Osni ainda falou sobre a injustiça contra o ex-presidente Lula, que completou essa semana 500 dias da sua "prisão arbitrária" e sobre a agenda parlamentar. O programa, transmitido todas as quartas-feiras, a partir das 19 horas, está disponível na página @osnicardoso13 do Facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário