14 de jul de 2018

Alagoinhas: Homem que matou e escondeu corpo de grávida é condenado a 30 anos

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Foi condenado na última quinta-feira 12, a 30 anos de prisão em regime fechado, Vinícius dos Reis Pereira. Ele foi acusado de asfixiar até a morte, a comerciária Gisele Cordeiro Reis na noite do dia 23 de maio de 2012, em um motel localizado na cidade de Alagoinhas, a 119 km de Serrinha. O corpo da vítima, que estava grávida, foi ocultado no dia seguinte em uma cova rasa nos fundos da casa dele.

De acordo com o Ministério Público da Bahia (MP-BA), o crime foi premeditado, pois o acusado teria tentado promover o aborto durante três meses, coagindo a vítima para que ela tomasse substâncias abortivas, e executado os crimes com “frieza e meticulosidade”, de forma a pensar na sua impunidade.

Durante o julgamento, a defesa havia alegado que o réu possuía problemas mentais e que não teria entendimento da natureza e consequências dos fatos praticados. Porém, os argumentos não foram aceitos pelo júri, que classificou o homicídio como triplamente qualificado pois Vinícius teria matado Gisele por não querer a gravidez, motivo considerado torpe, e além disso, ter empregado asfixia e dissimulação, ao seduzir a vítima até o local do crime.

Vinícius foi condenado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e tentativa de aborto por meio de coação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário