14 de mar de 2018

Mais de 75 mil comprimidos de estimulantes sexuais são apreendidos em Itaberaba

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma carga com 75 mil comprimidos de estimulantes sexuais e 4 mil anabolizantes, entre ampolas e comprimidos, foi apreendida por policiais militares e rodoviários federais na noite de terça-feira, na BR-242, em Itaberaba, na região da Chapada Diamantina. As substâncias eram transportadas junto com suplementos alimentares, todos de origem estrangeira e algumas de comercialização proibida no país, com destino a Feira de Santana e Salvador. A carga estava sendo transportada em um ônibus interestadual que fazia a linha Goiânia x Salvador.

A apreensão aconteceu durante a Operação Divisa Segura, realizada por equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Chapada e Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ação ocorreu no Km 202, da BR, trecho que dá acesso às cidades de Itaberaba e Seabra.

O comandante do Policiamento da Região da Chapada, tenente-coronel PM Valter dos Santos Araújo, explicou que não houve prisão em flagrante, já que o veículo pertence a uma empresa transportadora. O motorista do veículo chegou a ser conduzido, mas foi liberado. "Alguns dos materiais não possuíam nota e a maior parte desses medicamentos é de origem do Paraguai e dos Estados Unidos", acrescentou o coronel.

Durante a fiscalização no veículo, os policiais identificaram indícios de falsificação na documentação de uma das encomendas despachadas.

A nota fiscal informava o transporte de cabelo sintético, porém a bagagem continha: 70.000 comprimidos do estimulante Pramil; 3.000 comprimidos de Pramil Forte; 2.000 comprimidos do estimulante Erofast, 300 ampolas de Metandrostenolona, 400 ampolas de Stanozolol, 95 ampolas de Decaland, 50 ampôlas de Testogar, 590 ampôlas de Durateston, todos esteróides anabolizantes; 1.000 ampolas de Lispostabil, medicamento proibido no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); 90 potes do Termogênico Assault, e 116 potes de Lipo 6 Black.

Todo o material apreendido foi encaminhado pela PRF para a sede da Receita Federal, em Feira de Santana.

Material de origem estrangeira tinha como destino final a cidade de Feira de Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário