19 de mar de 2017

Jovem é morta dentro de academia de ginástica em Catu

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A polícia de Catu (distante a 171 km de Serrinha) continua as buscas pelos suspeitos de assassinar a tiros a estudante Diná Carvalho da Silva, de 18 anos. A jovem foi morta com pelo menos 12 disparos, dentro de uma academia de ginástica, na noite de quinta-feira, 16.

De acordo com o site Catu Notícias, dois homens chegaram de moto e, sem tirar os capacetes, invadiram o estabelecimento, mandaram todos se deitarem no chão e abriram fogo contra Diná, que morreu no local. Ninguém havia sido preso até a manhã de sexta.

Diná Carvalho não tinha passagem pela polícia e estudava em um colégio estadual local. O corpo foi sepultado na tarde de sexta-feira (17).

A vítima era estudante do Colégio Estadual Maria Isabel de Melo Góes, e a notícia do crime surpreendeu a direção da escola. A jovem era tida como uma menina muito tranquila por todos, segundo Delmacir Ribeiro, vice-diretor do colégio. A instituição decretou luto.

Na manhã de sexta-feira (17), Delmacir Ribeiro falou sobre a morte da estudante. "A notícia pegou todo mundo de surpresa, ela era uma menina muito tranquila, não se envolvia em confusão. A mãe dela era muito participativa dentro da escola, e ela era querida por todos. Não dá para imaginar alguém querer fazer mal a uma pessoa assim", desabafou o vice-diretor.

O colégio já estava sem aulas desde o dia 15, devido à mobilização contra a reforma da Previdência, mas a direção fez questão de decretar luto após a morte da estudante. A vítima estava cursando o terceiro ano do Ensino Médio.

O delegado Henrique Morais, que investiga o crime, informou que a polícia já tem uma linha inicial de investigação, mas os detalhes do caso não podem ser repassados à imprensa. Os suspeitos fugiram do local do crime a bordo de uma moto, e usaram capacetes durante a ação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário