28 de mai de 2013

Suplente de vereador é assassinado dentro da casa de ex-prefeito, em Barrocas

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Um suplente de vereador de Barrocas, cidade que fica a 18 quilômetros de Serrinha, foi assassinado na noite desta segunda-feira (27), dentro da casa do ex-prefeito José Edilson de Lima Ferreira, localizada na Rua Pedro Esmeraldo Pimentel.

Reginaldo Oliveira da Silva, de 61 anos, mais conhecido como “Rege de Carranquinha”, foi morto na cozinha da casa no momento em que conversava com o ex-prefeito, por volta das 20h30min, informou a polícia.

De acordo com informações colhidas no local, Edilson e Reginaldo conversavam na mesa de jantar da residência quando foram surpreendidos por dois indivíduos que invadiram o imóvel e deflagraram dois tiros à queima roupa no peito da vítima.

O ex-prefeito teria se defendido da ação jogando uma cadeira nos criminosos e correndo para o quintal da casa. Apesar das marcas de tiro na geladeira e nas paredes da casa, ele não foi atingido. Ainda de acordo com informações, os dois estavam sozinhos no momento do crime.

Após os disparos, os suspeitos fugiram em uma moto Honda, modelo Broz 150, tomando como destino a localidade de Boa União, área rural do município. Reginaldo ainda foi levado para o Hospital Municipal, mas já chegou sem vida.

Ainda segundo informações, antes dos tiros, um dos suspeitos teria olhado para a vítima e ordenado que o comparsa executasse o crime dizendo: “Pode matar!”.

Reginaldo pertencia ao Partido Democratas (DEM) e foi candidato a vereador na eleição de 2012 pela segunda vez ficando na primeira suplência do partido com 116 votos. Segundo a irmã da vítima, ele não possuía inimigos na cidade e a família desconhece os motivos do crime.

O corpo foi removido por agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Serrinha e encaminhado para realização de necropsia no DPT de Feira de Santana. O delegado Daniel Fiúza, da Delegacia Territorial (DT) de Serrinha, abriu inquérito para investigar o caso.

Carro incendiado – Minutos após o crime, um veículo modelo Gol foi encontrado incendiado na estrada vicinal do povoado de Barreiras, zona rural de Barrocas. A Polícia Civil esteve no local e investiga se o incêndio do carro tem relação com o assassinato do suplente de vereador.

O clima na cidade com pouco mais de 14 mil habitantes é de tensão e medo.

Vítima conversava na cozinha da casa do ex-prefeito de Barrocas

Reginaldo Oliveira foi morto com dois tiros no peito
Corpo foi removido para o DPT de Feira de Santana

Um comentário:

  1. Ta dificil ser politico neste nosso País.
    Quando nós teremos politicas e politicos sem problemas, ou será nescessário retornar a velha DITADURA Sob o comando do EXERCITO BRASILEIRO.
    2014 esta chegando vamos tomar muito cuidado quando formos escolher os futuros governantes pois a próxima eleição será geral se eles ainda não tiverem mudado, seráa de Presidente a Vereador.
    Cuidado vamos ajudar as autoridades não tenham medo informe seja um guardião de você mesmo.
    Tenham todos um bom dia.

    ResponderExcluir