17 de mai de 2013

Polícia Federal reabre inscrições para concurso com 600 vagas

Redação Portal Clériston Silva PCS 

As inscrições para o concurso da Polícia Federal que oferece 600 vagas para os cargos de escrivão, delegado e perito criminal foram reabertas nesta sexta-feira (17). Do total, 34 vagas estão reservadas para candidatos com deficiência.

Os selecionados vão trabalhar nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e unidades de fronteira. O concurso estava suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde julho de 2012 por não oferecer vagas aos candidatos com necessidades especiais.

A inscrição deve ser feita até as 23h59 de 3 de junho, observado o horário oficial de Brasília/DF. Os candidatos que já efetuaram a inscrição e que desejarem alterar a cidade de realização da prova ou a concorrência como candidato com deficiência deverão fazê-lo no mesmo período, pelo site do Cespe/UnB.

São 350 vagas para escrivão, sendo 18 reservadas para candidatos com deficiência. É necessário ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação em qualquer área. O salário inicial é de R$ 7.514,33. A taxa de inscrição é R$ 125.

Veja o edital para escrivão

São 150 vagas para delegado, das quais 8 são reservadas para candidatos com deficiência. É preciso ter diploma de graduação em Direito e carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B. A remuneração é de R$ 14.037,11. A taxa de inscrição é R$ 150.

Veja o edital para delegado

Já para perito criminal, há 100 vagas, sendo 8 reservadas a candidatos com deficiência. A remuneração é de R$ 14.037,11. A taxa de inscrição é R$ 150.

Os candidatos a perito criminal devem ter diploma de conclusão de curso superior em ciências contábeis ou ciências econômicas; engenharia elétrica, engenharia eletrônica, engenharia de telecomunicações ou engenharia de redes de comunicação; ciências da computação, informática, análise de sistemas, engenharia da computação ou engenharia de redes de comunicação; engenharia agronômica; geologia; engenharia química, química industrial ou química; engenharia civil; biomedicina ou ciências biológicas; engenharia florestal; medicina; odontologia; farmácia e engenharia elétrica. Também é necessário ter carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B.

Veja o edital para perito

Etapas - A primeira etapa do concurso será composta de exame de habilidades e de conhecimentos (prova objetiva e prova discursiva), de exame de aptidão física, de exame médico, e de avaliação psicológica.

Haverá uma avaliação de títulos para perito criminal e delegado, enquanto que para escrivão terá também uma prova de digitação. Haverá ainda uma prova oral para delegado.

A prova objetiva e a prova discursiva serão aplicadas na data provável de 21 de julho, nos turnos da manhã e da tarde. As provas podem ser feitas em todas as capitais, incluindo Salvador.

A segunda etapa consistirá em um curso de formação profissional, a ser realizado no Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário