18 de mai de 2013

Operação conjunta prende 5 traficantes em Itatim

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Cinco traficantes pertencentes a duas quadrilhas rivais que disputam o controle do tráfico em Itatim, a 180 quilômetros de Serrinha, foram presos, nesta sexta-feira (17), durante operação conjunta das polícias Civil e Militar para cumprir dez mandados de busca e apreensão e dois de prisão, naquela cidade. A ação policial aconteceu nos bairros da Salgada e Coqueiro, onde os dois bandos atuam.

Em poder de Dionathas Silva Lima, o “Jonas”, de 29 anos, Antônio Dias da Silva, o “Doxinha”, 22, e José Ferreira Santos, o “Zé Goró”, 47, procedentes do bairro da Salgada, foram apreendidas pequenas porções de maconha, crack e cocaína, prontas para venda, e um revólver calibre 38. Na residência de “Jonas” os policiais apreenderam também 20 galos de briga, todos com ferimentos contraídos nas rinhas. Ao titular da DT/Itatim, delegado Adilson Bezerra Freitas, Dionathas confessou organizar brigas de galos na cidade.

Com Márcio dos Santos Souza, 29, e Orlando da Silva Lima, 45, integrantes da quadrilha do bairro Coqueiro, foi apreendido meio quilo de crack, pequena quantidade de maconha, um revólver calibre 38, um veículo Gol, de cor cinza, placa JNY-2739, uma motocicleta Yamaha 125, de cor verde, placa JOK-1463 e uma Honda Pop, de cor preta, placa OKR-3478. Todo material seguiu para exames periciais.

Na residência de um homem apelidado de “Bodoga”, localizada no Centro de Itatim, onde os policiais cumpriram um dos mandados de busca e apreensão, havia 150 jabotis. O titular da DT/Itatim, suspeita que os animais seriam vendidos. “Bodoga” não estava no imóvel e é procurado.

O traficante Renê Silva da Paixão, 20, atirou contra os policiais ao ser abordado, em via pública, e foi morto durante a reação. Ele portava um revólver, calibre 38. Dionathas, Antônio, José, Márcio e Orlando foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e tráfico de drogas, permanecendo custodiados na carceragem da DT/Itatim, à disposição da Justiça. “Jonas” vai responder também por crime ambiental por organizar as brigas de galo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário