19 de jul de 2012

Valente: TRE-BA mantém cassação de prefeito; vice é liberado para disputar pleito

Redação Portal Clériston Silva PCS 

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) manteve, nesta terça-feira (17), a cassação do prefeito de Valente, Ubaldino Amaral de Oliveira (PSC), e do seu vice, Eduardo Cedraz (PSD).

Nos embargos de declaração interpostos pelo ex-gestor, a corte apenas afastou a inegibilidade do ex-vice-prefeito, que concorrerá novamente no cargo na chapa liderada desta vez pelo candidato a prefeito Ismael Ferreira (PT).

O processo foi movido pelo promotor público de Valente na época, Milen Castro, que acusou o ex-alcaide de "captação e gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral". Nas eleições municipais de 2008, Ubaldino teria comprado cinco mil camisas e distribuído para os munícipes.

O TRE-BA determinou o afastamento imediato no início de junho dos políticos e a convocação de eleição indireta no prazo máximo de 30 dias, sendo que neste período o presidente da Câmara Municipal, vereador Lucivaldo Araújo (PR), assumiria o administração do município do nordeste baiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário