15 de jul de 2012

Laudo sobre acidente com monomotor em Uauá sai em 30 dias

Redação Portal Clériston Silva PCS

As causas do acidente com um avião monomotor que provocou duas mortes na manhã deste sábado (14), em Uauá, a 244 km de Serrinha, ainda não foram esclarecidas. O laudo técnico deverá ser divulgado em 30 dias. O avião caiu a 200 metros de um campo de aviação de Uauá, por volta de 11h30, após a decolagem.

Os dois ocupantes da aeronave – Nelson de Souza Palitot, 62 anos, e Fernando Faccnetti de Oliveira, 35, - morreram no local. A polícia ainda não sabe quem pilotava o monomotor. Testemunhas contaram à Polícia Civil do município que ventava muito no momento do acidente.

Os corpos de Nelson e Fernando foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro após perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Nelson, que era professor da Universidade Estadual de Pernambuco (UPE), era o dono da aeronave.

Uma equipe da Aeronáutica de Recife está se deslocando para a cidade, onde também fará perícia no local.

Enterro - As vítimas da queda do ultraleve na cidade de Uauá foram enterradas neste domingo (15), em Juazeiro e Salvador. O corpo do professor Nelson de Souza Palitot, de 62 anos, foi velado durante todo o dia no bairro Santo Antônio, em Juazeiro, a cerca de 130 km do local do acidente. A cerimônia de sepultamento ocorreu por volta das 17h.

Muitos amigos e parentes foram prestar as últimas homenagens ao professor baiano, que morava em Juazeiro e dava aula de inglês na Universidade de Pernambuco, em Petrolina. Ele era casado e deixa quatro filhos.

O corpo do amigo Fernando Facchinetti D'oliveira, de 35 anos, que também era casado e deixa uma filha de um ano de idade, foi enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. Em cerimônia marcada por muita emoção, um helicóptero jogou pétalas de flores durante o sepultamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário