10 de jul de 2012

Serrinha intensifica ações de mobilização contra a dengue

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Situação da dengue no Estado da Bahia, técnicas de mobilização social, importância da comunicação social e elaboração de planos de ação. Esses foram alguns dos temas debatidos durante dois dias de atividades, 5 e 6/07, na Oficina de Capacitação dos Coordenadores Municipais. O evento, promovido pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB), com apoio técnico e operacional da Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM), faz parte do Projeto de Mobilização Social para a Prevenção e o Controle da Dengue no Estado da Bahia.

Marcaram presença, representando o município de Serrinha, Emile Aquino Pinheiro, José Ramos Pereira Santana, Gilvanea Bastos Macêdo, Valdete Leite de Jesus e Soraya Aragão Trabuco, servidores da Secretária Municipal de Saúde e da Diretoria Regional de Saúde (DIRES), todos escolhidos para atuarem como coordenadores da mobilização social do município.

“Esse projeto de mobilização veio como uma forma de qualificar, dar suporte e direcionamento às ações que já realizamos. É uma oportunidade de o estado unir forças, onde essa união traz um sentimento de participação, vontade, como se tivéssemos sendo preparados para vestir a armadura e ir à guerra contra a dengue, e missão dada é missão cumprida”, destacou Gilvânia Bastos Macêdo, Coordenadora de Vigilância Epidemiológica.

Durante a capacitação, os participantes conheceram a metodologia do projeto e foram treinados para a utilização do Sistema de Informação de Mobilização Social (SISMOB). O SISMOB serve como aporte das ações de mobilização e permite o registro e compartilhamento das informações de prevenção da dengue, como faxinaços, caminhadas, palestras e feiras, por exemplo.

O trabalho desses coordenadores envolve a identificação e formação de líderes comunitários que desejem participar como articuladores da mobilização social nos bairros. Serão cinco articuladores por bairro, em dez bairros selecionados, totalizando cinquenta articuladores por município.

Dos 417 municípios baianos, Serrinha está dentre os 45 considerados pelo Ministério da Saúde como prioritário na intensificação das ações de prevenção e controle da dengue. Diante dessa realidade, foi possível perceber que “o desafio da dengue não é apenas uma questão de saúde pública, mas de toda a sociedade, pois se cada um tiver a consciência do seu papel, os resultados serão mais assertivos”, ressalta Elisabeth França, Coordenadora do Grupo Técnico Ampliado da Dengue/SESAB. (Ascom)

Nenhum comentário:

Postar um comentário