15 de mai de 2017

“Reduzindo os acidentes de motos desafogaremos todos os hospitais da Bahia”, ressalta Alex da Piatã

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O deputado Alex da Piatã (PSD), como de forma costumeira, bate papo com seus seguidores do Facebook. Através de um vídeo ao vivo nesta semana, o parlamentar estadual, presidente da comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, ressaltou a importância de Maio Amarelo, projeto nacional de conscientização e prevenção dos acidentes de trânsito.

O pessedista tem acompanhado de perto essa situação dentro e fora do Legislativo. Ele é um dos defensores da educação do trânsito e da conscientização ostensiva daquilo que classificou de “graves problemas” e de “epidemia na saúde” que são os acidentes no trânsito, principalmente os provocados pelas motos.

“Quero chamar atenção de todos vocês, sei que o número de acidentes de trânsito é muito grande, mas nos chama atenção e quero deixar esse recado em relação às motocicletas. Isso é uma preocupação enorme. Posso dizer a vocês que todos os números nos colocam que forma assustadora de internamentos hospitalares em função do acidente do moto”, informou no vídeo.

A situação deixa os hospitais superlotados, conforme explicou e disse acredita que reduzir o número de acidentes de motos ajudaria a desafogar todos os hospitais baianos.

“Conversando com o diretor do Hospital Geral do Estado, certa vez, disse que chega a ter 80% dos leitos ocupados por acidente de moto (...). Em qualquer cidade do interior os leitos são ocupados por acidente de moto. Em Jequié, por exemplo, 350 vítimas de acidentes de moto somente em janeiro. Peço a vocês para começarmos a trabalhar com essa conscientização”, ressaltou.

O político é autor de um projeto de lei que visa criar no âmbito do Estado uma campanha permanente que visa combater aos acidentes de motos. Ressaltou a importância da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (ABRAMET) , através do trabalho do médico Antônio Meira Júnior, também presidente da seção Bahia, de apoiar essas medidas, como da secretaria da Saúde, através do secretário Fábio Villas Boas, da Segurança Pública, através do secretário Maurício Barbosa e o Departamento de Trânsito (DETRAN) com o seu diretor geral Lúcio Gomes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário