13 de mai de 2017

Deam de Alagoinhas recebe nome de enfermeira da cidade morta a facadas

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A nova sede da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Alagoinhas, inaugurada nesta sexta (12), recebeu o nome de Rosângela Gomes Costa, enfermeira que foi assassinada em abril deste ano com golpes de faca. A sugestão foi do secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. A iniciativa foi aprovada pelos moradores da cidade.

A morte de Rosângela é investigada pela Delegacia Territorial do município e o inquérito já está em fase avançada. O suspeito do crime, ocorrido no dia 21 de abril, Edvan Alves dos Santos foi encontrado escondido em um trailer nas proximidades de Crisópolis.

Na terça-feira (9), outro suspeito foi preso após denúncias anônimas. "O combate à violência contra a mulher é uma das nossas prioridades. Além desta inauguração, também estão previstos o lançamento de novas sedes no interior, além da expansão da Operação Ronda Maria da Penha", revelou Barbosa.

Relembre o caso - A professora universitária Rosângela Gomes da Costa, 35, foi encontrada morta dentro de sua casa no dia 21 de abril no município de Alagoinhas. Ela estava amordaçada, amarrada na cama e com pelo menos oito perfurações pelo corpo.

O primeiro suspeito de ter assassinado a professora foi preso no dia 29 de abril, próximo ao município de Crisópolis. Edvan Alves dos Santos disse que entrou na casa da vítima para roubar. Ele já havia realizado serviços de limpeza na casa da vítima cerca de seis meses antes do crime.

A nova sede inaugurada nesta sexta (12) se chama Rosângela Gomes Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário