22 de mai de 2017

Bahia tem 216 pontos vulneráveis para a exploração sexual infantil

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A Bahia é o segundo estado mais vulnerável para a exploração de crianças e adolescentes nas rodovias federais. Um levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado nesta segunda-feira (22) pelo jornal Folha de S. Paulo, mostrou que, nas BRs que cortam o estado, há 216 pontos vulneráveis para a exploração sexual infantil.

Em todo o país, são 1.969 pontos vulneráveis, de acordo com o estudo, que analisou o biênio 2013-2014. Com 10,9% do total, a Bahia fica atrás somente de Minas Gerais, que tem 313 pontos. Em seguida, vem o Paraná, com 179 ocorrências.

O biênio 2013-2014 teve um crescimento de 11% no número de pontos, considerando o estudo anterior, referente aos anos de 2011 e 2012. Pontos ‘vulneráveis’, no entanto, não significam necessariamente pontos confirmados de prostituição.

São, segundo a PRF, pontos que obedecem critérios que vão desde a ausência de luminosidade no local à presença de caminhoneiros, ao consumo de bebidas alcóolicas e ocorrência de tráfico de drogas. Também é observado se as crianças e os adolescentes em questão prestam algum tipo de serviço no local – como lavagem de veículos, por exemplo.

Pelo levantamento, a Bahia é o estado que mais cresceu no número de pontos ‘vulneráveis’. Do biênio 2011-2012 para 2013-2014, houve um aumento de 180%. No entanto, de acordo com a PRF baiana, no estado, o levantamento feito no ano passado indicou apenas 15 pontos onde havia confirmação de exploração infantil.

Os locais são identificados, inicialmente, através da rotina das unidades operacionais nas rodovias do baianas. A partir disso, o setor de inteligência promove ações específicas para investigar mais a fundo. Com a confirmação, são programas ações repressivas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário