14 de set de 2016

Homens são presos em Serrinha e Feira de Santana após roubarem baterias de torres de telefonia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Três homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubos de baterias de torres de telecomunicações foram presos durante uma operação realizada nesta terça-feira (14), nas cidades baianas de Serrinha e Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador.

Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Feira de Santana, responsável pela ação, os suspeitos usavam um veículo Huanghai Plutus, de cor branca de placa policial MWW-6376, com sinais de adulteração e um Celta de cor branca, de placa policial JPZ-9074. Eles utilizavam os carros para conduzir a mercadoria roubada.

O material pertence a quatro empresas de telefonia que operam no estado. Conforme a polícia, os crimes teriam causado um prejuízo de R$ 1,2 milhão às operadoras somente no mês de agosto. As baterias ficam nas torres e são usadas nos casos de falta de energia elétrica, para que o serviço continue funcionando.

Segundo a polícia, o grupo é de Salvador e também é suspeito de praticar os crimes nos municípios de Serrinha, Nova Soure, Araci, Ribeira do Pombal, Salinas da Margarida e Itabuna.

O primeiro suspeito preso foi Cristóvão Firmino dos Santos, conhecido pelo apelido de Cachorrão, 38 anos. Segundo a polícia, no momento em que foi localizado, o homem disse que estava à espera de um comparsa para realizar um roubo.

O homem apontado como comparsa, Evanilson Firmino dos Santos, 30 anos, que é morador de Salvador, foi o segundo a ser preso. Segundo a polícia, os dois suspeitos se preparavam para ir até as proximidades do município de Santo Estevão para praticarem outro furto a uma estação de telecomunicações.

O terceiro suspeito, Luiz Alberto da Silva, 33 anos, foi preso em Serrinha. Com ele, a polícia disse ter encontrado baterias estacionárias furtadas da estação de Nova Soure. Os suspeitos e os materiais apreendidos foram levados para a sede da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Feira de Santana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário