17 de dez de 2014

Morte de vereador de Novo Triunfo pode ter sido motivada por briga política, diz polícia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O vereador Raimundo Macário (PTB), morto a tiros na tarde da segunda-feira (15), pode ter sido morto por conta de uma rixa política. De acordo com a delegacia de Polícia Civil da cidade, esta é a principal linha de investigação da morte do vereador.

Macário estava em um povoado Lagoa do Barro, onde foi buscar dois cavalos na companhia de um amigo. "O crime aparenta ter sido encomendando", disse um investigador da delegacia de Novo Triunfo, que preferiu não se identificar.

Apesar disto, o investigador disse que a morte surpreendeu a todos. "Ele era uma pessoa pacata, e muito querida. Não tinha inimigos e se dava muito bem com a comunidade", comentou.

O vereador estava recolhendo os animais em uma caminhonete quando um Chevrolet Agile prata parou ao seu lado, e os dois ocupantes começaram a atirar. Raimundo Macário, que tinha 68 anos, foi atingido por mais de dez disparos de arma de fogo - a maioria deles na cabeça.

Uma pessoa que passava pelo local foi atingida de raspão por um dos tiros. Os criminosos fugiram em seguida, e abandonaram o carro onde estavam no povoado da região.

A dupla ateou fogo no veículo, que, ainda segundo a polícia, foi roubado em Alagoas no dia 5 de dezembro. O corpo do vereador será sepultado na tarde desta terça-feira (16), no cemitério local. Raimundo estava no terceiro mandato como vereador pelo PTB em Novo Triunfo.

A Polícia Civil e Militar realizam operações na região, em busca dos homens que atiraram no vereador. Até o início desta tarde, nenhum deles foi encontrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário