28 de dez de 2014

Enterrado corpo de queimadense que morreu em acidente com helicóptero em SP

Redação Portal Cleriston Silva PCS 

O corpo da baiana Raquel dos Santos Vilas Boas, 26 anos, que morreu na queda de um helicóptero em Bertioga, no estado de São Paulo, foi enterrado na tarde deste domingo (28). Raquel trabalhava como babá para a família Müller e estava na aeronave indo para um hospital de São Paulo, onde trataria uma virose que a criança havia contraído.

Raquel nasceu no município baiano de Queimadas, que fica a 120 quilômetros de Serrinha, mas se mudou para São Paulo para trabalhar. O corpo dela foi enterrado às 15h20, no Cemitério Jardim da Paz, em Embu das Artes, região metropolitana de São Paulo.

O acidente - O helicóptero caiu por volta das 10h da manhã deste sábado (27) depois de decolar de um condomínio no município de Bertioga, em São Paulo. Segundo a PM, a aeronave explodiu depois de cair em uma área de mangue.

O casal Marcelo Müller e Lumara Rocha Passos Müller, sua filha de dois anos, Geórgia Passos Müller, o piloto Thiago Yamamoto e Raquel Vilas Boas morreram na hora. Marcelo Muller era natural de Ribeirão Preto, no interior paulista, e era um dos herdeiros da Companhia Müller de Bebidas, fabricante da Cachaça 51. Já Lumara, era diretora de vendas em uma emissora de televisão em São Paulo.

A aeronave saiu de um condomínio em Guarujá, onde também estão hospedadas a mãe e a avó de Lumara. Elas, entretanto, preferiram não acompanhar a família até a unidade de saúde.A empresa Helimarte, proprietária do helicóptero, enviou uma nota se isentando de culpa.

"A empresa está colaborando com todos os procedimentos de resgate e apuração e informa que a aeronave estava em perfeitas condições de voo e aeronavegabilidade. Profundamente compungida, a Helimarte lamenta a perda das vidas dos nossos passageiros e de nosso piloto e se solidariza com suas famílias", diz o comunicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário