24 de dez de 2014

Família de ex-jogador de vôlei continua internada após colisão na BR-324, em Jacobina

Redação Portal Cleriston Silva PCS 

A família do ex-jogador de vôlei Paulo Emílio continua internada após o acidente que deixou nove pessoas feridas no final da manhã de terça-feira (23). O estado de saúde da esposa do jogador e dos dois filhos, um jovem de 16 anos e uma menina de 5 anos, não foi divulgado.

A colisão aconteceu por volta das 11h, na altura do km 300, próximo ao povoado de Itaitu, no município de Jacobina, na Bahia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a batida teria acontecido após uma tentativa de ultrapassagem de um quinto veículo.

Paulo Emílio, que seguia sentido Capim Grosso-Jacobina, teria tentado desviar de um carro que vinha na direção contrária da pista, mas acabou perdendo o controle da direção e bateu em dois veículos. O quarto veículo envolvido no acidente também tentou evitar a colisão frontal, mas perdeu o controle da direção e capotou.

Cinco vítimas foram levadas para a Clínica Santa Bárbara e, de acordo com a assessoria do hospital, quatro estão fazendo exames de rotina e não correm risco de morte. Um dos envolvidos no acidente, um idoso de 55 anos, foi transferido para um hospital de Salvador em estado grave.

As outras quatro vítimas foram levadas para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, também em Jacobina. O Correio24Horas tentou entrar em contato com a unidade médica, mas não obteve sucesso.

Paulo Emílio, melhor jogador do mundo na temporada 92/93, encerrou a carreira aos 39 anos. O atleta tem em seu currículo dois títulos do Circuito Banco do Brasil (1991 e 1996) e a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário