9 de fev de 2017

Serra Preta: Projeto que reduz salários de prefeito, vice e secretários é adiado

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O projeto que pretende reduzir salários de prefeito, vice e secretários de Serra Preta, na Bacia do Jacuípe, não foi votado como se esperava na sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (7) (ver aqui).

O presidente da Casa, Gilmar Costa (PSDB), afirmou que a medida não passou pelo crivo dos vereadores por “falta de tempo” diante da pauta do dia. No entanto, Costa declarou que uma sessão extraordinária será realizada nesta quinta-feira (8), por volta das 16h, para aprovar o projeto.

Entre os vencimentos a serem reduzidos não entra o salários dos edis, que segundo Gilmar já é reduzido na prática. Segundo ele, mesmo programado para R$ 7,2 mil mensais, na prática os vereadores recebem uma média de R$ 4 mil. “Como a Casa não disponibiliza desse valor [R$ 7,2 mil], por problema de orçamento, a gente já recebe menos”, argumentou.

Em Serra Preta, o prefeito fica com salário de R$ 20 mil mensais, o vice-prefeito, R$ 10 mil, e os secretários, R$ 7,4 mil. Caso o projeto seja aprovado, o prefeito passaria a ganhar R$ 15 mil, o vice, R$ 7,7 mil, e os secretários, R$ 5,1 mil.

Caso seja aprovado, o dinheiro que migraria para os dirigentes municipais deve ser usado na saúde e em setores definidos pelo prefeito Rogério Serafim Vieira de Souza, o Aldinho, (PTN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário