23 de fev de 2018

Em coletiva, secretária de Educação de Serrinha explica reordenamento da rede municipal

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Na manhã desta sexta-feira, 23 de fevereiro, a secretaria municipal de Educação apresentou para a imprensa local como se dará o reordenamento das escolas municipais de Serrinha. Na coletiva de imprensa, estiveram presentes representantes das rádios locais, bem como blogueiros conhecidos em Serrinha e região. A secretária Luana Moreira fez uma explanação dos motivos que levaram à necessidade de reordenamento e, consequentemente, à chamada “enturmação”.

A secretária enfatizou que a ação não está sendo feita de forma leviana, mas, sim com muita responsabilidade, amparada na lei, uma vez que estão obedecendo à portaria de matrícula, que tem como parâmetro o MEC, o qual determina que as turmas devem funcionar com, no mínimo, 20 estudantes e, no máximo, 35 alunos, a depender da turma. Contudo, muitas escolas, por questões alheias à vontade da gestão municipal, não conseguiram atingir sequer o quantitativo mínimo necessário para o adequado funcionamento.

O reordenamento em escolas municipais é uma ação necessária, a fim de que “possamos organizar as finanças da Secretaria sem que isso cause qualquer prejuízo aos alunos que dependem da rede municipal de ensino. O que queremos é viabilizar a economia financeira e ao mesmo tempo garantir a qualidade de ensino”, declarou a secretária.

Apesar das críticas que surgiram no tocante às ações, o que se tem buscado é oferecer aos alunos qualidade de ensino e cortar gastos desnecessários para o município, uma vez que a notória queda na arrecadação requer uma ação de contenção de gastos e distribuição de forma equilibrada os serviços. (Fonte: SECOMS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário