16 de dez de 2010

Preços da gasolina e do botijão de gás devem aumentar este ano, prevê Copom

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) espera aumento no preços do botijão de gás e da gasolina este ano, de 1,7% e 1,6%, respectivamente. A informação consta da ata da última reunião do comitê, realizada nos dias 7 e 8 deste mês.

Na reunião anterior, em outubro, o comitê não esperava elevação de preços do botijão de gás e da gasolina em 2010. Para 2011, a expectativa é que não haja aumento de preços para esses dois produtos.

No caso do reajuste das tarifas de telefonia fixa, a projeção de alta caiu de 0,8% para 0,4%, este ano. Para a tarifa de eletricidade, a estimativa de aumento passou de 3,6% para 2,8%. Para 2011, as projeções de reajuste das tarifas de telefonia fixa e de eletricidade são de 2,9% e 2,8%, respectivamente.

A projeção de reajuste para o conjunto de preços administrados por contrato e monitorados, para o acumulado de 2010, diminuiu para 3,4%, ante 3,6% considerados na reunião de outubro. Para 2011, a projeção reduziu-se para 4,0%, ante 4,3%. Esse conjunto de preços, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), correspondeu a 29,15% do total do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de novembro.

A estimativa de reajuste para os preços administrados por contrato e monitorados para o acumulado de 2012 é de 4,4%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário