19 de jun de 2018

Polícia desvenda caso e prende acusado de matar estudante de Serra Preta

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Foi preso nesta terça-feira, 19, Gilmar Dantas dos Santos, 41 anos, que confessou o assassinato da adolescente Bruna Santana Mendes, 16 anos, em Feira de Santana. A jovem, natural de Serra Preta, na Bacia do Jacuípe, ficou três dias desaparecida e foi encontrada morta no dia 21 de fevereiro [lembre aqui].

De acordo com o site Acorda Cidade, o resultado do exame de DNA do suspeito deu positivo para o material encontrado nas unhas da jovem. Conforme informações do delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios, ele confessou o crime e detalhou que chegou a tirar o short e a calcinha da vítima, mas que não consumou o estupro.

"Ele foi a última pessoa com quem a vítima foi vista e com quem ela teve contato. Só isso aí já o tornou um suspeito em potencial. Ele estava sozinho no momento da abordagem à garota", disse o delegado, que acrescentou que Gilmar responde por dois crimes de estupro na cidade de Conceição do Jacuípe.

Fabrício ainda afirma que "além de todas as provas subjetivas, que são as testemunhas, há as provas materiais, que são os laudos periciais, inclusive o exame de DNA". O delegado também informou que o homem, que trabalha com reciclagem, usou um carrinho de mão para levar o corpo até o terreno baldio. “Mais uma confirmação para o uso daqueles sacos de linhagem que encontramos”, disse.

Mais três detidos - Além de Gilmar, outros suspeitos estão detidos. “Como eu disse, foram várias linhas de investigação. Temos os outros suspeitos que cumpriram prisão temporária. Era outra linha de investigação, achamos pouco provável que as duas linhas se unam e tenham alguma relação, como se tivessem participado junto em uma tentativa de estupro coletivo", afirmo o delegado.

Corpo de Bruna foi encontrado dentro de um saco

Nenhum comentário:

Postar um comentário