16 de set de 2017

Governador exonera delegado acusado de corrupção nas delegacias de Monte Santo e Cansanção

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O delegado baiano, Carlos Roberto Botelho Vasconcelos, que em 2011 foi alvo de operação da Polícia Civil que apurou a prática de corrupção em delegacias de Monte Santo e Cansanção, na Bahia, foi exonerado pelo governador Rui Costa, neste sábado (16). A publicação foi feita no Diário Oficial do Estado.

As investigações apontaram que o delegado Josevânio da Rocha Araújo, titular da delegacia de Monte Santo, comandava o esquema de corrupção na delegacia de Monte Santo e Cansanção, com a participação do delegado titular de Cansanção, Carlos Roberto. Além deles, também participavam do esquema o policial militar Jullian Ross Dias Serafim, o escrivão Lindon Johonson Salvador Lopes, o advogado, Alexandro Soares Andrade e o servidor do município de Monte Santo, Cleudisson de Santana Campos, cedido ao Poder Judiciário e exercendo a função de motorista do Juiz de Monte Santo.

“O soldado e o escrivão apreendiam carros com restrições, como furto ou roubo, e negociavam propina, junto aos delegados e ao advogado, para não prenderem as pessoas e liberarem os veículos. Além disso, a quadrilha também arrecadava dinheiro com o tráfico de drogas na região, com o jogo do bicho e caça-níqueis. O servidor da prefeitura também passava informações privilegiadas ao tráfico”, explicou na época, Felipe Nery, o coordenador da 19ª Coorpin (Senhor do Bonfim), ao jornal A Tarde.

Com os integrantes, foram encontrados materiais como munição calibre 9mm, de uso restrito, de posse do advogado Alexandro, com quem também foram encontradas aves silvestres. O servidor municipal Cleudisson detinha também armas, munição e veículos com restrições de roubo e furto.

Clique aqui para curtir nossa página no Facebook 

Nenhum comentário:

Postar um comentário