25 de set de 2017

Alex da Piatã parabeniza governador por criação de comitê de combate a acidentes de motos

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Após publicação no Diário Oficial do Estado, o Comitê Gestor Estadual de Prevenção aos Acidentes de Trânsito envolvendo Veículos Automotores de duas ou três rodas no Estado da Bahia foi criado pelo governador Rui Costa (PT). O deputado Alex da Piata (PSD), presidente da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, é um dos principais defensores da causa no Legislativo. O político comemorou o fato e elogiou o governador e o secretário da Saúde, Fábio Villas Boas, pela iniciativa.

“Fico feliz, pois vejo que meu esforço sobre o caso na Assembleia não é em vão. Percebo a sensibilidade do governador e do secretário sobre o assunto que a cada dia é alarmante. Ambos estão de parabéns”, elogiou.

O pessedista, inclusive, reforçou a questão durante uma live feita aos seus seguidores de sua página oficial no Facebook e no Instagram, onde chamou atenção ao problema de saúde pública que são os acidentes de motos.

“Eu sempre digo que esses tipos de acidentes são as grandes epidemias do nosso Estado e do nosso País. Temos mais da metade dos leitos hospitalares, principalmente os que atendem urgência e emergência, com vítimas das motos. Há um crescimento desenfreado de atendimentos e internações desse tipo o que tem inviabilizado o investimento em outros setores, por os acidentes de motos tem corroído tempo, espaço e dinheiro das unidades de Saúde”, afirmou.

O Comitê, coordenado pelo secretário da Saúde do Estado, Fabio Vilas-Boas, contará como membros os secretários da Segurança Pública, Educação, Infraestrutura e Comunicação Social, além do diretor do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) e dos presidentes do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde e da União dos Municípios da Bahia.

Entre as atribuições do Comitê estão a elaboração de políticas sobre acidentes de trânsito com veículos de duas ou três rodas, seus efeitos sociais e de saúde, bem como o estabelecimento de políticas intersetoriais e interinstitucionais com as entidades que apresentam interface com os acidentes de trânsito e suas consequências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário