2 de set de 2019

Procissão do Fogaréu de Serrinha é reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A Procissão do Fogaréu, realizada anualmente na cidade de Serrinha, no Nordeste baiano, foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado, com decreto publicado no Diário Oficial do último sábado (31).

O Dossiê para Registro Especial foi produzido pelo Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (Ipac), por meio da Gerência de Patrimônio Imaterial (Geima), que vem acompanhando o evento desde 2014 e já havia concedido Registro Especial Provisório.

Realizada desde 1930, a Procissão do Fogaréu retrata a prisão de Jesus no Monte das Oliveiras, ao ser encontrado pelas tropas romanas. Para representar este ato, fiéis percorrem as ruas de Serrinha com tochas e velas acesas, entoando cânticos e rezas.

O percurso tem 5 Km, partindo da catedral, seguindo para a colina nos arredores da cidade, até chegar à imagem de Senhora Sant'Anna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário