24 de set de 2019

Alvo de investigação, presidente da Câmara de Riachão do Jacuípe dispara contra vereadores

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O presidente da Câmara de Vereadores de Riachão do Jacuípe, na Bacia do Jacuípe, Antônio Walter Carneiro Lima, será alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Toninho da CTI, como é conhecido, é acusado de gastos exagerados em combustíveis. Na próxima sessão da Câmara, marcada para a quinta-feira (26), a comissão deve ter os trabalhos iniciados. No entanto, o presidente da Casa não deixou barato as acusações. Na última sessão, disparou críticas contra os colegas Catarina Roma, Nem de Aureliano, Zil de Barreiros, Robinho e Lucas William. Um áudio, que circula pelas redes sociais, mostra a ira do presidente da Câmara. No discurso, Toninho desferiu ataques um por um:

"O senhor pegou o carro da Câmara para carregar requeijão e ainda ganhou diária", contra Nem de Aureliano. "Saiu uma pesquisa, vereador, o seu nome tá (sic) muito bom: o maior picareta da história. O senhor tinha três carros locados com a prefeitura e exigia que fossem contratados", para Zil de Barreiros. "A senhora ficou chateada comigo porque me ligou pedindo um carro para levar um pessoal pra Salvador, e eu neguei", contra Catarina Roma. "Pequeno no tamanho e grande na falsidade", citando Robinho. "Foram quatro anos a rádio do grupo do Lucas batendo na ex-prefeita Tânia", a respeito de Lucas William.

Procurado pelo Bahia Notícias, Toninho da CTI disse que o objetivo dos colegas é apenas desgastá-lo politicamente. "Na verdade, o que eles estão buscando como essa CPI é nos desgastar. Porque esses mesmos R$ 6,5 mil gastos em 2019 eram gastos também há dois anos. Esses mesmos vereadores, como o vereador Aureliano e Zil, estavam na Câmara antes e eles não denunciaram lá atrás", declarou.

Para a CPI ser instalada os opositores conseguiram 5 votos dos 13 possíveis. Toninho da CTI garantiu que não irá criar dificuldades para o processo. "Eu encaminhei o caso ao jurídico porque estava viajando esses dias. Agora, se eles quisessem investigar mesmo criariam uma CPP. Na CPI eles não podem investigar porque quem denuncia não pode investigar. Eles teriam que botar uma pessoa para acusar e eles investigariam, mas isso não é o objetivo deles, mas é normal. Isso é tranquilo", criticou. Abaixo, o áudio registrado na sessão passada da Câmara local em que o presidente da Casa critica e ataca legisladores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário